CHINARTE Artes da Saúde

Novas Aprendizagens, Estar e Ser Naturalmente!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Como se deve desenvolver uma aula de Tai Chi Chuan?



por Nelson Barroso (Mestre Yang Tai Chi Chuan Tradicional)



O Tai Chi Chuan é constituído por uma série de movimentos, que são executados de forma lenta e graciosa gerando uma série de benefícios a nível físico e emocional.

A aprendizagem da Arte de Tai Chi Chuan deve obedecer a uma metodologia e técnica específicas, de modo a proporcionar a todos os praticantes uma evolução na prática e a obtenção de inúmeros benefícios, quer a nível físico, quer psíquico.

O desenvolvimento de uma aula de Tai Chi Chuan deve dividir-se em três partes. Na parte inicial da aula deve executar-se uma série de exercícios, cuja prática se denomina “Chi Pang Kung” e que consiste na execução de exercícios / movimentos de forma isolada ou conjunta, os quais quando agregados numa sequência organizada, ordenada e executada de forma continua e fluida caracteriza a sequência de Movimentos que denominamos por Tai Chi Chuan. Assim, na parte inicial da aula de Tai Chi Chuan a execução repetida destes movimentos, possibilita ao praticante activar a energia de todo o corpo, bem como obter a evolução do seu aperfeiçoamento técnico. Somente através de uma prática regular e da repetição de movimentos é que se poderá usufruir dos inúmeros benefícios do Tai Chi Chuan. A execução correcta dos movimentos é muito importante, pois possibilita que a energia flua livremente no corpo, e deste modo se crie uma “armadura”, de tal forma impenetrável que nos ajudará no combate e prevenção dos factores patológicos, fomentando a manutenção e o desenvolvimento da nossa saúde.

Na Parte Intermédia da aula deve executar-se a Forma de Tai Chi Chuan ou seja a sequência global de movimentos, que deve fluir de forma contínua, suave e relaxada, mas simultaneamente com uma certa tonicidade muscular e firmeza da energia. A execução desta série ordenada de exercícios demora aproximadamente 20 minutos. Quando o praticante atinge um nível superior na prática de Tai Chi Chuan, esta sequência dinâmica de movimentos denomina-se “Meditação em Movimento”.

O final da aula de Tai Chi Chuan é geralmente composto por uma série de exercícios de Meditação estática que desenvolvem o equilibrio e harmonia dos níveis energéticos nos planos físico e mental.

Na prática de Tai Chi Chuan é vital que os movimentos sejam contínuos e haja um controlo adequado da respiração, para que em movimento surja a meditação e desta forma consigamos fortalecer e fomentar a energia do corpo físico e acalmar e serenar a mente.

Assim. o Tai Chi Chuan consiste numa sequência ordenada de movimentos que é executada de forma contínua, fluida e ininterrupta. A sua função terapêutica reflecte-se no todo e não num exercício em particular.

Actualmente, muito do Tai Chi Chuan que se pratica no Ocidente não é na sua essência Tai Chi, uma vez que este não consiste apenas em exercícios estáticos ou que tendo alguma dinâmica, não associam a continuidade do movimento, à concentração da mente. De facto o Tai Chi Chuan não é apenas exercício lento, é uma arte que tem uma técnica específica, movimentos específicos que devem ser executados de forma adequada. Se tal não ocorrer a autenticidade da prática de Tai Chi Chuan deixa de existir e pratica-se apenas mais uma mera actividade física.
Existe muita confusão entre os conceitos de Tai Chi e Chi Kung. O Chi Kung visa desenvolver a energia, literalmente significa o “trabalho ou cultivo da energia (Chi)” e podemos dizer que o Tai Chi Chuan se inclui como uma forma de praticar Chi Kung, mas é específico na sua essência. Existem muitos tipos de Chi Kung, vários sistemas, várias Escolas Tradicionais e Modernas. Na prática de Chi Kung podemos trabalhar apenas um dado exercício ou movimento continuamente, ou praticar um conjunto de exercícios de forma sequencial e contínua, mas tal não é Tai Chi. Convém esclarecer que no treino de Tai Chi Chuan, aquando da aprendizagem inicial e no aperfeiçoamento dos alunos mais avançados, se pratica o Chi Pan Kung que consiste na repetição continuada de dado movimento técnico de Tai Chi Chuan. Por outro lado, também, se podem praticar exercícios de Chi Kung para fortalecer o corpo e a mente, mas estes diferenciam-se dos movimentos de Tai Chi Chuan.

Sem comentários:

Enviar um comentário